Páginas

sábado, julho 07, 2012

Dúvida

"Tem gente que não sabe mesmo o que diz... sabe o que faz, mas não pensa no que diz.
Só que comigo a coisa não funciona assim. Quem conhece sabe. Pensa antes porque o retorno é certo. A gente tem que escolher o que planta, porque o plantio é opcional, mas a colheita... essa meu amigo, é obrigatória. Pode chamar de vingativa, de rancorosa, do que quiser... mas o gostinho do retorno, ah... desse eu não abro mão. Você acha que me escondendo as coisas vai ser melhor pra você? Então, paga pra ver, meu bem... vamos ver quem tem mais a esconder de quem... desculpe... mas eu pago na mesma moeda e dou troco na troca... Confiança... se você não tem, não anda do meu lado, não dorme comigo e principalmente, não dorme comigo. Cara, de boa... pega teu rumo. Tipo assim, falou merda na hora errada... eu só estava preocupada e você me fala uma droga dessas... então, beleza. Maquiagem borra, máscaras caem, atores esquecem as falas... no fundo eu sabia que era sozinha... sempre soube. Talvez não era isso que eu precisava. Agora talvez eu já tenha o que preciso. Talvez minha felicidade já esteja aqui, dentro de mim e eu não precise mais de você. Talvez... ou talvez você só tenha falado uma merda na hora errada, vai me pedir desculpas, eu vou aceitar e vai ficar tudo certo. A vida continua. As aparências se mantém. A gente finge que é feliz. Vida que segue..."

Franciele de Oliveira

Nenhum comentário: