Páginas

quarta-feira, julho 06, 2011

Infinitas vezes...




"E quantas são as vezes que desejo ouvir a voz dele.
Quantas as vezes que desejo toca-lo, senti-lo.
Quantas as vezes que desejo sentir o cheiro da pele dele…
Sentir o gosto…
Quantas são as vezes que desejo vê-lo mais uma vez.
Abraça-lo, e guarda-lo dentro de mim.

Quantas são as vezes…

Muitas.

Infinitas vezes…”

Nenhum comentário: