Páginas

quinta-feira, julho 28, 2011

Da janela...



Daí penso coisas bobas quando,
sentado na janela do ônibus,
encosto a cabeça na vidraça,
deixo a paisagem correr,
e penso demais em você.

Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário: