Páginas

sábado, fevereiro 26, 2011

"Eu engulo as lágrimas à seco para que elas
não escorram pelo meu rosto e vou repassando
nossos últimos momentos juntos, nossa dança,
nossa música, seus olhos e como eu podia me ver
neles, as brincadeiras, risadas...
e simplesmente continuo, sem você aqui.
Deus, como eu sinto sua falta."

Nenhum comentário: