Páginas

quinta-feira, outubro 21, 2010

Trancado

Eu tranco a porta
Pra todas as mentiras
E a verdade também está lá fora
Agora a porta está trancada
A porta fechada
Me lembra você a toda hora
A hora me lembra o tempo que se perdeu
Perder é não ter a bússola
É não ter aquilo que era seu
E o que você que quer?
Orientação
Eu tranco a porta
Pra todos os gritos
E o silencio também está lá fora
Agora a porta está trancada
Eu pulo a janela
Será que eu to trancada aqui dentro?
Será que você tá trancado lá fora?
Será que eu ainda te desoriento?
Será que as perguntas tão certas?
Então eu me tranco em você
E deixo as portas abertas

Ana Carolina

Nenhum comentário: