Páginas

quinta-feira, agosto 26, 2010

O que adoro em ti

O que adoro em ti
não é a tua pureza,
nem o som do teu silêncio,
é a tua natureza

O que adoro em ti
não é teu olhar triste,
nem tua timidez,
mas a fúria dos teus abraços

O que adoro em ti
não é a tua humildade,
nem o teu encanto,
é teu interior inocente.

O que adoro em ti
é o requinte com que roubas meus beijos,
é a tua presença em minhas madrugadas,
é o teu corpo de encontro
a minha alma apaixonada!

Maira Knop

Nenhum comentário: