Páginas

domingo, agosto 22, 2010

Ninguém a não ser você

" Você é parte do tempo amante e um amigo em tempo integral,
O seu vício é a última moda,
Não vejo o que qualquer um pode ver,
Em mais ninguém,
Além de você

Aqui está uma igreja e aqui é um campanário,
Nós com certeza somos bonitinhos pra duas pessoas feias,
Não vejo o que qualquer um pode ver,
Em mais ninguém,
Além de você

Nós dois temos maravilhosos ataques de raiva,
Eu quero mais fãs, você quer mais palcos,
Não vejo o que qualquer um pode ver,
Em mais ninguém,
Além de você

Estou sempre tentando ser realista,
Agora estou apaixonada pelo jeito como você se sente,
Não vejo o que qualquer um pode ver,
Em mais ninguém,
Além de você

Eu te beijo na cabeça na sombra de um trem,
Eu te beijo com todo o seu olhar estrelado,
Meu corpo oscilando de lado a lado,
Não vejo o que qualquer um pode ver,
Em mais ninguém,
Além de você

Os pedregulhos me perdoaram,
As árvores me perdoaram,
Então, por que razão você não pode me perdoar?
Não vejo o que qualquer um pode ver,
Em mais ninguém,
Além de você

Du du du du du du dudu
Du du du du du du dudu
Não vejo o que qualquer um pode ver,
Em mais ninguém,
Além de você. "

Moldy Peaches

Nenhum comentário: